24 de maio

GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
14/11/23 às 20h21 - Atualizado em 22/04/24 às 16h48

Investimento de R$ 90 milhões para reforçar a segurança hídrica na região do Jardim Botânico

COMPARTILHAR

Aprovada nesta terça-feira (14), a autorização para a construção da Subadutora de Água Tratada Gama representa um avanço crucial na ampliação da segurança hídrica para 340 mil moradores. O governador Ibaneis Rocha assinou a ordem de serviço, investindo quase R$ 90 milhões para aliviar o sistema Torto/Santa Maria, que atende 11% da população do Distrito Federal.

Expansão do fornecimento de água nas regiões de São Sebastião, Jardim Botânico e Lago Sul

Aprovada nesta terça-feira (14), a autorização para a construção da Subadutora de Água Tratada Gama representa um avanço crucial na ampliação da segurança hídrica para 340 mil moradores. O governador Ibaneis Rocha assinou a ordem de serviço, investindo quase R$ 90 milhões para aliviar o sistema Torto/Santa Maria, que atende 11% da população do Distrito Federal.

Com a assinatura da ordem de serviço para a construção da Subadutora de Água Tratada (SAT) Gama, o abastecimento de água nas regiões de São Sebastião, Jardim Botânico e Lago Sul está prestes a ser significativamente expandido. Este investimento robusto de quase R$ 90 milhões permitirá a interligação da Estação de Tratamento de Água (ETA) Corumbá à região do Jardim Botânico e adjacências, beneficiando mais de 340 mil moradores.

A ampliação do fornecimento de água será um alívio para os moradores do Setor Habitacional Tororó, Lago Sul, São Sebastião e Jardim Botânico, incluindo os futuros residentes do loteamento Aldeias do Cerrado, complexo urbanístico planejado pelo GDF e localizado no Núcleo Rural Nova Betânia. A construção da subadutora pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) começará ainda neste mês de novembro. “A região leste é uma das que mais crescem no Distrito Federal. Tanto que temos dado uma atenção muito especial à área, implementando serviços públicos como escolas, creches, asfaltamento, duplicação de vias e o viaduto que estamos construindo no Jardim Botânico”, afirmou o governador Ibaneis Rocha. “Agora vamos poder levar a segurança hídrica para toda essa população.”

O líder do Executivo ressaltou que a construção da SAT Gama faz parte do Sistema Corumbá. Inaugurado em abril de 2022, em parceria com o governo de Goiás, o complexo de obras permitiu a captação de água no reservatório de Corumbá IV, preservando o volume do Rio Descoberto e ampliando o abastecimento de água tratada na região sul do DF, incluindo Santa Maria, Gama e Recanto das Emas, entre outras cidades.

Desenvolvimento sustentável estimulado pela ampliação do fornecimento de água

Muitos moradores da região leste do DF dependem de sistemas de pequeno porte, que captam água de córregos e poços artesianos de baixa vazão, prejudicando o fornecimento na época da estiagem. Segundo o presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, a nova subadutora trará mais consistência ao abastecimento da área localizada atrás do Lago Sul. “Essa não é apenas uma obra de engenharia. É um passo significativo em direção a um melhor abastecimento para milhares de moradores de São Sebastião, Morro da Cruz, Tororó, Mangueirão, Jardim Botânico e outras regiões”, garantiu Luís Antônio. “A subadutora Gama vai, a qualquer momento, garantir o abastecimento da região leste do DF com a melhor água do Brasil.

O administrador do Jardim Botânico, Aderivaldo Cardoso, acredita que os condomínios residenciais não serão os únicos beneficiados com a construção da SAT. “Essa ampliação do fornecimento de água vai estimular o desenvolvimento econômico da região”, apontou. “Temos algumas áreas com intensa produção agrícola. Além disso, a nossa área tem uma capacidade forte de crescer como potência industrial”, finalizou.

Mapa do site Dúvidas frequentes